Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


29.9.12

D057 Conversas com casais


Em Jeito de comemoração das 200.000 visitas vou começar a publicar conversas diferentes das que tenho publicado até agora.

Nas minhas andanças nos sites de relacionamentos, conheci muitos casais que praticam swing ou formam trios com homens ou mulheres (menáge) que convidam para se juntar às suas práticas sexuais. A partir de hoje, publicarei conversas de msn que tive com elementos de casal. Nestas conversas vamos poder compreender o que motiva os casais a envolverem-se com outros casais ou com singles, o que lhes dá prazer, e os diferentes níveis de envolvimento em que cada casal se encontra.

Como tudo na vida, cada casal tem uma forma diferente de viver o swing, com regras e desejos diferentes, e mesmo dentro de cada casal, há uma evolução que começa com o soft swing (ver e ser vistos), e depois conforme se vão sentindo mais seguros, vão avançando para formas mais arrojadas de swing, que podem passar pela troca de casais no mesmo espaço ou em espaços diferentes, e outras brincadeiras muito “ à frente”.

Mais uma vez, quer concordemos ou não, é bom que todos nós conheçamos outras realidades, e consigamos compreender as motivações, os desejos e as necessidades dos casais swingers.

Espero que com as publicações dos históricos, os leitores (sejam swingers ou não), comentem as conversas, e que todos nós possamos trocar impressões, esclarecer dúvidas, e que funcione como um fórum de discussão acerca de um tema tão atual, e que contrariamente ao que muitos pensam, reforça, melhora e apimenta o relacionamento dos casais, tornando-os mais cúmplices, mais fortes, mais seguros do seu amor e consequentemente mais felizes.

Com o swing, o principal motivo dos problemas e separações dos casais, que são a mentira, a traição, e as escapadelas sexuais não consentidas, deixa de ser um problema.

2 comentários:

MisterCharmoso disse...

Não poderia concordar mais com as tuas palavras...abraço

xarmus disse...

Abraço