Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


9.2.13

Foto 644


4 comentários:

SEX IS MY LIFE disse...

Bundinha igual bife...
bater e depois lamber e comer!

xarmus disse...

Nem mais...

Bia F.Soares disse...

Qual o ponto em que a dor se transforma em prazer?...existem pessoas que como ti usam a suposta "surra" como um afrodisíaco na hora do sexo, o que de fato e extremamente excitante, mas como mesmo disse ha aqueles que sentem tesão em infrigir ao outro a dor crua, que tem como objetivo não so marcar a carne, mas tambem reafirmar o poder do mesmo sobre seu "escravo" sexual. Por esse tipo de dor, não me sinto nada atraida, mas isso e de cada um, ne. Mas fetiches com algemas, chicotes,submissao e brinquendos sexuais me deixam extremamentes quente. Alias, linda foto,da para ver que a moça esta toda marcada....excitada e pronta pra ti. Boa semana,

xarmus disse...

Olá Bia F.Soares

Eu acho que para quem gosta... toda a dor é prazer... mas é tudo muito relativo, e depende de muitos factores.

Como tenho dito, eu não sinto prazer em provocar dor, eu sinto prazer em dar prazer, e a intensidade pode ser controlada pela submissa que pode fazer por "merecer" os açoites, e assim controlar a força e a durabilidade.

Mas como disse é tudo relativo, porque há quem goste de ter esse controle, e há quem goste de ser açoitada à vontade do dono, e não ter qualquer controle sobre os castigos infligidos. Tudo depende da relação que tem com o seu dominador ou dono.

Estas prática de BDSM têm que ser o resultado de uma grande cumplicidade e conhecimento entre submissa/Dominador.