Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


23.4.13

Foto 678


4 comentários:

Anónimo disse...

Bom a dor e bem relativa para alguns, o momento exato onde a mesma se mistura ao prazer e dificil de se descrever, e para vc Xarmus ate que ponto ter esse controle das suas subs te excitam? bjs

xarmus disse...

Olá Anónima/o

O prazer é um forte analgésico. Quando a submissa está com muito prazer, nem sente dor. Para sentir dor apesar do prazer, é preciso intensificar as práticas.

E sim... a sensibilidade varia muito de pessoa para pessoa.

Eu adoro a entrega das mulheres, sejam submissas ou não. E adoro desfrutar dessa entrega.

E adoro todo o tipo de sexo. Por isso interajo muito bem com qualquer de opção sexual.

O interessante e prazeroso é relacionarmo-nos com cada pessoa sem ideias pré-concebidas e de acordo com as vontades e desejos dos dois. De comum acordo. Irmos descobrindo e construindo a dois, a forma de nos relacionarmos e de trocarmos prazer de forma a que seja gratificante para os dois.

Abreijo

Mister Charmoso disse...

que belo rabiosque vermelho de prazer

xarmus disse...

Olá Charmoso... abraço