Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


27.2.14

Foto 812


Conversa 1004 Karmina 37 C04

Karmina 37 diz (01:14) linda foto
me dê de presente
vc é lindo
acho vc um gato
Xarmus diz (01:30) (flor1)
olá linda
tudo bem?
oferecia-me todinho
Karmina 37 diz (01:31) agora tudo
kkk
Xarmus diz (01:31) para tu brincares como quisesses
Karmina 37 diz (01:31) quem me dera
Xarmus diz (01:31)
hehehehehehehehe
Karmina 37 diz (01:31) tudo bem contigo?
vai me dar a foto?
Xarmus diz (01:33) sim... queres?
Karmina 37 diz (01:35) obrigada
acho vc tudo de bom
vc é meu encanto
Xarmus diz (01:37) que bom querida
ainda bem que gostas
é bom ouvir isso
tu também és uma querida
Karmina 37 diz (01:37) so sou isso?
kkkk
Xarmus diz (01:38) e claro.. és linda
gosto da tua cara
mas eu achar-te uma querida... é muito bom... acredita
Karmina 37 diz (01:38) e eu de vc todo
Xarmus diz (01:39) eu também gosto de ti toda...
quando digo que és uma querida... é tudo.. claro
Karmina 37 diz (01:39) kk
nao sei pq vc mexe tanto comigo
Xarmus diz (01:41) hehehehehehehehe
ainda bem que mexo... pena estares tão longe
senão tratava de ti todinha... depois é que ias ver o que era mexer contigo
Karmina 37 diz (01:42) pena mesmo
Xarmus diz (01:42) ficavas viciada em mim... era uma chatice
Karmina 37 diz (01:42) kkk
e eu deixava
chatice pra vc ou pra mim?
Xarmus diz (01:45) para os dois... garantidamente
Karmina 37 diz (01:46) pois acho que pra mim nao seria chatice
geralmente pra o homem vira chatice
Xarmus diz (01:49) era uma chatice para ti na medida em que poderias não me ter tantas vezes como desejarias
mas valia a pena... podes crer
Karmina 37 diz (01:50) e pq nao poderia?
Xarmus diz (01:52) porque ias querer mais vezes do que aquelas que eu poderia
ou seja... ias sentir muito a minha falta
porque ias querer estar comigo todos os dias
hehehehehehehehe
Karmina 37 diz (01:53) claro que sim
vou me deitar lindo
fik bem
te adoro
Xarmus diz (01:59) beijocas boas minha querida
uma boa noite para ti
(lambi)
(flor2)

24.2.14

Foto 811


Conversa 1003 Maria 42 C50

Xarmus diz (13:17) (flor1)
olá cadela deliciosa
então ficamos para que horas à noite?
Maria 42 diz (13:27) (K)
olá
chegaste bem?
Xarmus diz (13:27) sim....
às 3 da manhã
mas bem
Xarmus diz (13:28) já tive uma reunião de manhã
a que horas nos encontramos?
Maria 42 diz (13:28) acho que fazer como da outra vez tava bem
Xarmus diz (13:29) ok... cá te espero
Maria 42 diz (13:30) 22?
tá bem?
Xarmus diz (13:30) ok
optimo
na expo… sitio do costume
Maria 42 diz (13:30) ok
às dez tou lá... entro... e abandono-me logo...
todinha tua
podes pôr-me logo de joelhos ou de gatas... como queiras
é melhor para com esta conversa!
Xarmus diz (13:43) deixa comigo... que vais ser tratada em conformidade
vais ver para que servem as cadelas
(esfregar as mãozinhas)
Maria 42 diz (13:46) pois esta cadela está cheia de cio... vai passar a tarde a ganir...
vê lá se a calas por um tempinho
umas horas lol
vou almoçar
estou lá às 22
beijos gulosos
por ti abaixo
Xarmus diz (13:59) estou a almoçar...
beijocas boas minha puta deliciosa
às 22 vais ver como elas te mordem
eu trato de ti.... mas cada vez que trato, ficas pior
quando te conheci não eras assim tão puta... estou a ver que te tenho andado a desencaminhar e a ser má companhia
qualquer dia andas a violar os gajos na rua.... hehehehehehe
Maria 42 diz (14:02) pois desencaminhaste! lol tu és uma pedaço de mau caminho que estou a adorar percorrer
Xarmus diz (14:03) estou a almoçar em pleno Saldanha... na autocaravana... coelhinho… qualidade de vida é assim.... hehehehehehe
ainda bem minha querida
acho que fazes bem... ao menos, quando morreres, já sabes o que é ter prazer.... e vais de barriga cheia
há muita gente que morre sem saber o que é prazer
Maria 42 diz (14:06) com tanto prazer na terra... vamos os 2 parar ao inferno. certinho
ainda bem!
continuamos a foder lá
Xarmus diz (14:06) o único problema... é que quando eu te desaparecer. vais andar à nora à procura de um parecido... e vai ser muito difícil encontrares outro como eu… heheheheh
mas também podes pegar num que tenha vontade de aprender... e ensinas o gajo
nunca é a mesma coisa.... mas vai dar para desenrascar de certeza
hehehehehehehehe
mas de qualquer maneira... vais poder dizer.... eu sei o que é prazer...
Maria 42 diz (14:09) vais emigrar é? ou mandar-me às urtigas?
Xarmus diz (14:09) para já... nem uma coisa nem outra
mas nunca se sabe
acho que temos condições para foder durante muito tempo
vamos ver
claro que o dono vai sendo cada vez mais exigente...
mas acho que a cadela tem margem para progredir.... e muito mesmo
e quanto mais avançarmos... mais imprescindíveis nos tornamos um para o outro
porque vai sendo cada vez mais difícil substituir o outro
capiche?
Maria 42 diz (14:13) capiche
Xarmus diz (14:13) o que vale é que és uma cadela inteligente
Hehehehehehehehe
hoje em dia já é raro encontrar animais assim (rir 1)
tadinha da minha cadela
o dono compensa... às 22h
Maria 42 diz (14:15) não a trates à altura e vais ver... foge-te...
arranja outro dono...
basta abanar a cauda um cadito e pronto
Xarmus diz (14:15) vai ser difícil... donos como eu, são raros
Maria 42 diz (14:16) e cadelas como eu... tb não há muitas
ehehheheh
uma cadela com treino intensivo Xarmus
eheheh
Xarmus diz (14:18) pois.... mas tem as suas porras
é que uma cadela-Xarmus é mesmo muito exigente e mal habituada
e não é fácil satisfazer
Maria 42 diz (14:19) isso é ótimo
a exigência só pode ser boa
Xarmus diz (14:20) beijocas boas... até mais logo
Maria 42 diz (14:21) té logo
Xarmus diz (14:21) prepara-te para seres bem abusada.... e claro... teres prazer como se não houvesse amanhã
Maria 42 diz (14:21) beijos
Xarmus diz (14:21) (lambi)
(flor2)

20.2.14

Foto 810


Conversa 1002 Enimia 45 C02

[17:16:22] xarmus: (Flor)
[17:16:25] xarmus: Olá delicia
[17:16:35] xarmus: tudo bem?
[17:16:46] Enimia 45: olá
[17:16:50] Enimia 45: tudo bem e tu?
[17:17:08] Enimia 45: looking forward to see you
[17:17:33] xarmus: sim... amanhã
[17:17:48] xarmus: não sei bem a que horas... mas estou a pensar ir ter contigo à noite
[17:17:55] xarmus: posso?
[17:18:03] Enimia 45: certo
[17:18:08] Enimia 45: com muito prazer
[17:18:49] Enimia 45: amanhã trabalho até 6:00
[17:19:23] Enimia 45: then you can come when you want
[17:21:32] xarmus: ok
[17:21:38] xarmus: maybe later
[17:21:54] xarmus: but I'm not sure
[17:21:59] Enimia 45: no problem
[17:22:08] xarmus: I let you know
[17:22:13] xarmus: I send sms
[17:22:18] Enimia 45: ok
[17:22:22] xarmus: a dizer a que horas chego
[17:22:40] xarmus: e fazemos como da primeira vez?
[17:22:50] Enimia 45: mmmmm
[17:22:57] xarmus: já estás na caminha toda nua quando eu chegar?
[17:23:03] xarmus: foi bem bom
[17:23:07] Enimia 45: siiiiiimmmmmmmm
[17:23:14] Enimia 45: foi meravilhoso
[17:24:06] Enimia 45: i have been thinking of that moment many times
[17:24:10] Enimia 45: very exiting
[17:25:10] xarmus: pois foi
[17:25:14] xarmus: para mim também foi excelente
[17:25:54] xarmus: agora já não há o elemento surpresa... de nunca nos termos visto… já nos conhecemos… mas vai ser bom na mesma
[17:28:50] Enimia 45: I am already excited :)
[17:29:08] Enimia 45: it's always a surprise
[17:29:29] Enimia 45: because I like it
[17:29:56] xarmus: yeeeesssssss
[17:30:40] xarmus: tens que me dizer como gostas que te lamba
[17:30:45] xarmus: quando eu estiver a lamber
[17:30:55] xarmus: se com mais ou menos pressão, para eu adaptar na perfeição à tua sensibilidade
[17:31:09] Enimia 45: I will tell you
[17:31:12] xarmus: ainda não conheço bem a tua sensibilidade no clitóris
[17:31:22] xarmus: se ajudares... é melhor para ti
[17:31:38] xarmus: more soft or more strong
[17:32:19] Enimia 45: I will tell you but last time was close to perfection :)
[17:33:36] Enimia 45: soft to begin and then more strong
[17:33:56] xarmus: sim... é como costumo fazer
[17:36:02] Enimia 45: you also should tell me what you like
[17:36:40] xarmus: sim... eu digo
[17:36:46] xarmus: mas foi tudo bom
[17:36:52] xarmus: gosto do teu mamar
[17:37:21] xarmus: e claro... se for eu a foder-te a boca... sou eu que controlo
[17:37:34] Enimia 45: claro
[17:38:14] Enimia 45: gosto muito quando tu fodes-me a boca
[17:39:07] xarmus: também eu
[17:39:09] xarmus: adoro
[17:44:38] xarmus: e desta vez... se quiseres... posso papar-te o cuzinho também
[17:44:48] xarmus: acho que isso ficou prometido na primeira vez
[17:44:51] xarmus: hehehehehehe
[17:47:45] Enimia 45: mmmmmmmm
[17:47:54] Enimia 45: é verdade… ficou prometido
[17:47:57] Enimia 45: :)
[17:48:29] xarmus: mas é só se tu gostares e te apetecer... eu gosto de tudo
[17:48:46] Enimia 45: gosta-me muito
[17:48:58] xarmus: optimo... então fazemos
[17:49:08] Enimia 45: mmmmmmuito bem
[17:49:12] xarmus: eu tenho muito jeitinho para fazer isso
[17:49:42] Enimia 45: jeitinho?
[17:50:24] xarmus: know how
[17:50:51] Enimia 45: wow…
[17:50:57] xarmus: jeitinho = know how with very careful
[17:51:11] Enimia 45: I am already enjoying it
[17:51:38] Enimia 45: the idea make me a bit crazy
[17:52:25] xarmus: hehehehehehe
[17:52:38] xarmus: ok... that's good
[17:53:09] xarmus: queres experimentar alguma coisa diferente... na minha entrada em tua casa?
[17:54:39] Enimia 45: I will keep my eyes close this time...
[17:55:15] Enimia 45: and I would like you to fuck my month as first thing
[17:55:26] Enimia 45: i would like to feel your dick with my lips first
[17:55:32] xarmus: ok... I like it
[17:56:25] xarmus: agarro-te pelos cabelos... e enfio-to todo na boca
[17:56:28] xarmus: à bruta
[17:56:38] xarmus: mama puta
[17:56:39] Enimia 45: à bruta…. sim
[17:57:02] xarmus: hhuummmmmm very ggod
[17:57:05] Enimia 45: mmmmm
[17:57:17] Enimia 45: i am already wet
[17:57:26] xarmus: hehehehehe
[17:57:41] xarmus: and me... big, hard and siff
[18:01:08] Enimia 45: agora tenho de ir
[18:01:26] Enimia 45: até amanhã querido
[18:02:04] xarmus: até amanhã
[18:02:06] xarmus: beijocas
[18:02:07] Enimia 45: it will be mine tomorrow
[18:02:12] Enimia 45: beijos
[18:02:17] xarmus: (Flor)
[18:02:23] Enimia 45: :*

18.2.14

Foto 809


H021 A submissa (Parte III)

(Continuação da parte II)

Eu - Olá… soube bem?
Ela - Muuuuiiiiiiiito bem.
Eu – Agora posso servir-me? Posso esticar-me?
Ela - Podes tudo…
Ainda deitado em cima dela, meti-lhe uma mão por baixo da nuca e com a outra agarrei-lhe os cabelos, e servi-me à vontadinha. Esfodacei-lhe a cona com vontade e convicção. Com os dois corpos entrelaçados, cheios de vontade de ter prazer, fui dando largas à invaginação, com amassos e nomes feios. Como ela já se tinha vindo duas vezes, e eu só tinha tido um orgasmo sem ejaculação, desta vez estava a fodê-la para meu prazer, e pouco preocupado com o prazer dela. Apesar disso, como uma mulher não é de ferro, o meu prazer e a minha ascensão até ao orgasmo, excitaram-na muito e ela começou a responder à minha “dirty talk”. Falávamos em trilingue. Eu falava em português e inglês, e ela em inglês e italiano. As hostilidades continuaram à minha vontade, até explodirmos num orgasmo conjunto intenso e delicioso. Uma maravilha. Aconselho ao mais comum dos mortais.

Depois de descansarmos um bocadinho e de trocarmos algumas caricias, com umas festinhas e umas beijocas boas, ela, que estava mortinha para abocanhar o gostoso, desceu para se deliciar com o grandalhão. Eu fiquei deitado de barriga para cima a sentir e a ver aquela mulher linda a mamar-me no gostoso com vontade e dedicação. O gostoso, depois de cada orgasmo fica mais molinho, mas ver aquela mulher toda gulosa a lamber e mamar no gostoso fizeram-no voltar à vida. Depois de a deixar deliciar-se e adaptar-se à dimensão do bicho, que entretanto já estava grosso e duro que nem pedra, deitei-a de lado, agarrei-a pelos cabelos e fodi-lhe a boca à minha vontade. Primeiro mais devagarinho para ela sincronizar a respiração com os movimentos, e depois, conforme o prazer ia aumentando, com mais rapidez e profundidade. A rapariga aguentava-se bem às investidas e gemia de prazer. Fodi-lhe a boca até me esporrar todo na boca dela. Ela não desperdiçou nada. Bebeu tudo com muito prazer, e ficou a lamber o gostoso até ficar limpinho.

Como Já estávamos os dois a precisar de descansar, e como o fim de tarde estava muito agradável, fomos instalar-nos nus nas cadeiras da varanda, onde ainda deu para ver o sol desaparecer. Acendi um cigarrinho, e apesar de sermos uns perfeitos desconhecidos, mantivemo-nos em silêncio enquanto apreciávamos os últimos raios de sol nos corpos nus, e sentimos a brisa suave e quente. Estivemos uma meia hora na varanda. A temperatura estava fantástica. Aproveitei para fotografar a vista maravilhosa sobre a cidade com as primeiras luzes a acenderem.

O fim de tarde abriu-nos o apetite e decidimos ir para a cozinha ver o que havia para comer. Fizemos umas saladas bem fixes com ingredientes diversos, acompanhadas por um excelente vinho tinto. Conversámos acerca de sexo, do que gostávamos mais no sexo, de encontros e da forma louca como nos conhecemos. Como virámos uma garrafinha inteirinha, ficámos prontos para o pior.

Eu – vamos ao segundo assalto?
Ela – vamos!!
Eu – Posso abusar mais?
Ela – podes tudo o que quiseres
Eu – Maravilha… é assim que eu gosto.

Subimos para o quarto, e fomos para a cama. Como tinha a camara fotográfica em cima da cama, pedi-lhe se podia tirar para umas fotozinhas àquela cona linda, para mais tarde recordar, e claro, partilhar com os meus leitores. As fotos, como sempre excitaram-me bastante, e tive que largar a camara para me deliciar com aquela cona deliciosa.

Eu – Posso começar com as hostilidades?
Ela – Estou desejosa disso.
Eu – Põe-te de gatas minha puta… com as pernas bem abertas.

Ela pôs-se de gatas em cima da cama, bem aberta. Eu pus-me de joelhos em frente dela, agarrei-lhe na cabeça pelos cabelos e fodi-lhe a boca com suavidade. Estive a saborear aquela boca gulosa até ficar com o gostoso quase a explodir, e depois dei a volta e fui enterrar-me naquela cona boa, toda ensopada, e desejosa de ser bem fodida. Como ela era submissa e gostava de ser abusada, enquanto a fodia à bruta, puxei-lhe os cabelos, dei-lhe umas boas palmadas naquelas nádegas lindas que começaram logo a ficar vermelhas.
Eu – Gostas de levar na cona minha puta?
Ela – yeesssssss… I love it.
Eu – agora vais fartar-te de levar na cona minha cadela, e vais ser maltratada.
Ela - whatever you want my master… fuck me hard.

Nesta posição, uso 2 variantes diferentes, uma que permite penetrar mais fundo e outra que permite penetrar de forma muito rápida. É uma delícia ver uma fêmea de gatas, toda aberta, a oferecer a cona ao macho para ser penetrada. Disfrutei daquela gata linda, abusando à minha vontade. Com palmadas naquele rabinho delicioso, e dirty talk. Ela meteu uma mão por baixo e começou a estimular a clitóris enquanto era fodida por trás. Depois de mais um orgasmozinho bem delicioso nesta posição, e como sei que elas se vêm muito bem sentadas no gostoso, deitei-me de barriga para cima e disse-lhe para se servir à vontadinha.

Nesta posição, a mulher pode mexer-se da forma que lhe der mais prazer, e consegue esfregar o clitóris na base do gostoso. Foi sentada em cima de mim, completamente enterrada no gostoso, com as mãos apoiadas no meu peito e esfregando-se freneticamente que a Enimia teve um orgasmo estrondoso e avassalador. Foi um verdadeiro prazer participar deste delicioso espetáculo que é ver e sentir uma mulher a ter prazer até chegar ao orgasmo. A Enimia ficou exausta e deixou-se cair para cima de mim. Estava muito ofegante, rosadinha e transpirada. Deixei-a descansar. Dei-lhe umas festinhas na cabeça, enquanto sentia a desaceleração do coração dela no meu peito.

Quando a conheci, ela disse-me que era submissa e gostava de ser dominada e abusada, mas quando não se conhece bem as pessoas com quem nos embrulhamos, nunca sabemos que grau de agressividade é desejado e prazeroso para a parceira. Eu adoro abusar mas necessito ter a certeza que também é desejado do outro lado. Não me dá prazer abusar à grande de quem não gosta de ser abusada ou que não goste de determinados abusos. Assim, fica difícil soltar-me, porque tenho sempre receio de fazer algo que de alguma forma seja desagradável à parceira. Para umas brincadeiras mais duras, é necessário que os parceiros já se conheçam e saibam bem o que podem esperar um do outro. Uma boa relação dominador/submissa tem que se construir com tempo e dedicação. Embora me apetecesse abusar à grande, senti que não estavam reunidas as condições nem era a altura própria para o fazer. Haveria de ter outras oportunidades.

Como ela já estava satisfeita e eu ainda não me tinha vindo neste segundo assalto, restava-me servir-me daquele corpinho delicioso e oferecer-lhe o meu prazer.

Como estou tão habituado a conter a ejaculação para dar muito prazer à parceira e para eu ter vários orgasmos secos, quando a ideia é mesmo ejacular, tenho que formatar a cabeça para curtir à vontade e deixar ir até ao fim.

Deitei-a de barriga para cima, abri-lhe as pernas, e fui deliciar-me a dar umas beijocas e a lamber-lhe a coninha muito suavemente, até ela ficar bem ensopada. Depois, fui subindo pelo corpo dela, com beijocas na barriga… nas mamas… e acabei a entrar por ela a dentro devagarinho mas com determinação. Estava com o gostoso bem grosso e rijo, e sentia-a completamente preenchida. Penetrei-a à vontadinha. Alternando entre umas investidas suaves até às mais brutas. É delicioso ir sentindo o prazer e as respostas do corpo da parceira quando é deliciosamente fodida. Agora, com mais à vontade entre nós, já se consegue um sexo mais selvagem e com maior entrega. Depois de mais dois orgasmos dela e mais dois meus, estava finalmente na hora de comer a cereja no topo do bolo, que tínhamos deixado propositadamente para o fim.
Eu – Agora minha puta, vais mamar-me no caralho até eu me esporrar todo na tua boca. Quero um broche delicioso.
Ela – whatever you want my master. You deserve everything.

Instalei-me confortavelmente no meio das almofadas, encostado na cabeceira da cama, e fiquei a apreciar a vista. Deu-me um prazer fantástico vê-la toda gulosa a mamar-me no caralho, desejosa de beber tudo. Agarrava o gostoso com a mão toda e enfiava a outra metade na boca, chupando gulosamente. Abandonei-me ao prazer, deixando fluir. Deliciei-me a sentir o prazer dela a aumentar ao ritmo do meu, mamando de forma cada vez mais gulosa à medida que me aproximava da explosão final, ao mesmo tempo que ia acelerando o ritmo do movimento da mão, e gemendo de prazer. A outra mão massajava-me os colhões como a que a querer prever a saída do leitinho quentinho. A explosão foi enorme, e apesar de ter ejaculado em grande quantidade, ela não se atrapalhou nada. Parecia que estava a beber leite com chocolate, tal era o ar guloso com que se deliciou com o leitinho. Uma delicia de se sentir e de se ver. Depois de ter deixado tudo muito limpinho, veio aninhar-se com a cabeça no meu peito. Ficámos deitados, abraçados, enquanto os batimentos cardiacos voltavam ao ritmo normal. Adormecemos assim.

16.2.14

Foto 808


H021 A submissa (Parte II)

(Continuação da parte I)

No dia seguinte, e conforme combinado, liguei-lhe para falarmos ao telefone e confirmar se estava tudo bem para o nosso encontro. Conversámos uns bons 15 minutos, e como a falar é tudo mais fácil, aproveitei para lhe propor uma situação que eu adoro, mas que nem sempre é fácil as mulheres aceitarem, que era eu entrar sem nos vermos e só nos conhecermos já na cama. É uma situação sempre um bocado arriscada para as mulheres, é preciso coragem e alguma dose de loucura para se aceitar uma situação dessas. Mas a rapariga era Italiana, investigadora numa universidade, logicamente inteligente e valia a pena tentar a sorte. Apliquei todo o meu poder de persuasão, e conforme eu esperava nem foi difícil convencê-la. Ela adorou a ideia, e combinámos alguns pormenores necessários a que tudo corresse bem. A ideia era eu entrar sozinho, já que ela conseguia abrir do quarto a porta da rua, com comando à distância. A casa tinha 3 pisos, e ela estaria no último onde era o quarto dela.

Apesar de termos previamente combinado para a noite, como ela me disse que estava em casa a partir das 18h e eu me despachei mais cedo, enviei-lhe uma mensagem a perguntar se podia ir mais cedo, e às 18:30h estava eu a chegar a casa dela. Tinha-me enviado a morada por sms que eu introduzi no gps do meu telemóvel. Por ruas e travessas no Bairro Alto, lá me vi em frente ao número da porta que ela me enviou. Era um palacete, com uma porta enorme em madeira.

Toquei à campainha, e a porta abriu-se. Entrei devagarinho. Estava escuro. Cheirava bem. Ouvia-se um som calmo no piso de cima. Esperei em silêncio até os olhos se habituarem à penumbra. No piso da entrada, tinha uma bicicleta e um cabide com casacos. Era um hall de entrada grande, que estava transformado numa biblioteca com uma parede forrada com prateleiras de livros. Tinha uns sofás com aspecto bem confortável, e acesso a um quarto com vista para as traseiras. Subi umas escadas largas para o piso de cima, que era uma sala de estar grande, com sofás e uma vidraça do chão até ao tecto, com uma vista fantástica sobre a cidade e o rio. O sol já estava baixo e começava a ganhar uma cor alaranjada que inundava a sala, conferindo-lhe um ambiente quente e confortável. No sistema de som da sala, ouvia-se um som “chill out”, bem relaxante. Tudo perfeito.

A sala, a cozinha e a zona de refeições estavam no mesmo espaço mas em níveis diferentes, separadas por uns degraus. Subi mais esse lanço de escadas e cheguei à cozinha e zona de refeições em estilo “mezanino”. Na zona de refeições tinha uma escada de ferro em caracol que dava acesso ao último piso. Subi a escada devagar, e quando cheguei ao cimo da escada vi a cama grande no meio do quarto. Este quarto, situado nas águas furtadas da casa, tinha umas portas de correr que davam acesso à varanda, que apesar de estar com os cortinados semifechados dava para perceber uma vista maravilhosa sobre a cidade de Lisboa. No quarto, sentia-se o perfume do incenso que queimava em cima de uma camilha redonda. Apesar de estar na penumbra, o espaço era invadido pelos raios de sol que penetravam através da abertura nos cortinados, e lhe davam um colorido acolhedor.

Na cama, estava deitada de barriga para baixo, uma mulher loira de cabelos compridos. Já tinha visto fotos da cara e do corpo dela, mas nunca a tinha visto pessoalmente. Estava tapada apenas com um lençol branco, que deixava transparecer as curvas do seu corpo. Aproximei-me da cadeira que estava no fundo do quarto e comecei a despir-me, enquanto arregalava os olhos, e imaginando que ia poder disfrutar daquele corpo maravilhoso, pronto a se entregar a mim. Não trocámos uma única palavra. Só se ouvia a música relaxante que vinha da sala, e a minha respiração ainda um pouco ofegante, de subir tanta escada. Depois de me despir, cheguei aos pés da cama, levantei o lençol até à cintura dela e entrei pelos pés da cama.

Como ela estava de barriga para baixo, abri-lhe as pernas e fui apalpando tudo à minha vontade. Ela tinha a pele extremamente macia e muito branquinha. Tinha um rabinho delicioso, com as curvas todas no sítio. Abri-lhe as nádegas e vi o buraquinho do cu e a cona loirinha. Uma delícia. Passei a língua ao de leve naqueles buraquinhos bons. Já estava toda molhada.

Puxei o lençol mais para cima de forma a cobrir-lhe a cabeça e voltei-a ao contrário. Voltei a abrir-lhe as pernas e fiquei a apreciar a maravilhosa vista. Deitei-me entre as pernas dela, encostei a cabeça no ventre dela, e fiquei assim um momento enquanto ouvia as aceleradas batidas do coração. Numa situação em que os parceiros não se conhecem, é bom ter momentos calmos, de caricias, para acalmar a ansiedade e criar confiança. Com a cabeça no ventre dela, fui apalpando das ancas até às mamas. Desci, Instalei-me confortavelmente entre as suas pernas para me deliciar com aquela cona gostosa já toda ensopada. Tinha uns pelinhos, poucos, muito loirinhos.

Encostei a boca na cona dela e comecei por dar uns beijinhos muito suaves. Conforme a cona se ia abrindo, e os lábios da coninha ficavam mais inchados e duros, os beijos tornavam-se mais intensos e gulosos. Nesta altura já a respiração dela começava a fazer ouvir-se no quarto, acompanhada do som relaxante que vinham do piso de baixo. Quando comecei a passar a língua de baixo para cima muito suavemente já a rapariga se estava a passar. Intensifiquei a pressão da língua e comecei a explorar todos os recantozinhos daquela cona gostosa, e conforme ia lambendo e chupando o clitóris, a respiração ofegante passou a uns gemidos bem sensuais. Como os gemidos eram em italiano eu não percebi nada… mas continuei na mesma… hehehehe.

Depois de perceber que a sensibilidade dela permitia mais pressão com a língua, e como ela já estava bem molhada e completamente entregue, de pernas bem abertas, suguei-lhe o clitóris para dentro da minha boca, e depois de preso por sucção, comecei a passar-lhe a língua em movimentos rápidos mesmo em cima do clitóris. Esta prática que faço com mestria e habilidade, deixa qualquer mulher completamente perdida de prazer, e insistindo, acaba em orgasmo certo. Continuei ao mesmo ritmo mas intensificando a pressão com a língua, até ela explodir num orgasmo intenso e duradoiro. Adoro sentir tudinho.

Como já estava com o pau bem rijo, fui subindo sem lhe ver a cara, pus-lhe uma almofada em cima da cabeça ainda coberta pelo lençol, e depois de esfregar a cabeça do caralho na entrada da cona para estar bem recetiva, penetrei-a suavemente para sentir cada centímetro. Encostei a cabeça à almofada entre as nossas cabeças, e estivemos a saborear o vai e vem com muita calma. Senti que ela estava quase a vir-se pelos gemidos que me chegavam através da almofada e comecei a fodê-la com mais força, até que ela se veio mais uma vez com grande intensidade. Com a brincadeira, também eu tive um dos meus deliciosos orgasmos secos. Tirei-lhe a almofada e o lençol de cima da cabeça, e finalmente nos vimos pela primeira vez, comigo ainda todo enterrado na cona dela. Ainda não tínhamos trocado uma palavra…

(Continua no próximo post)

14.2.14

Foto 807


H021 A submissa (Parte I)

No decorrer de uma visitinha a um site de encontros, vi um perfil que me pareceu bastante interessante. Era o perfil de uma mulher que gostava de submissão, e com uma foto muito sensual. Estes perfis recebem sempre montes de propostas, mas como normalmente tenho bons resultados, nada melhor que tentar a sorte. Enviei-lhe uma mensagem tentando seduzir a sua vertente submissa, onde juntei o meu contacto de skype. No dia seguinte tinha uma resposta dela, e ao entrar no Skype tinha um pedido de adição. Aceitei o pedido e iniciei a conversa, sem saber ao certo de quem era o contacto que tinha acabado de aceitar, mas estava esperançado que fosse a boazona a quem tinha enviado a mensagem.

[17:41:50] xarmus: (F)
[17:41:52] xarmus: Olá
[17:42:01] Enimia 45: olá
[17:42:05] Enimia 45: como estas?
[17:42:11] xarmus: sempre bem
[17:42:15] xarmus: ou a fazer por isso
[17:42:19] xarmus: e tu?
[17:42:34] Enimia 45: bem :)
[17:43:17] Enimia 45: gostei a tua apresentaçao
[17:43:23] xarmus: obrigado
[17:43:27] xarmus: vens de onde? do *******?
[17:43:37] Enimia 45: sou italiana
[17:43:58] Enimia 45: sim
[17:44:12] Enimia 45: *****_*******
[17:44:50] xarmus: já sei
[17:45:00] xarmus: acabei de ler a tua mensagem
[17:45:07] xarmus: obrigado por me adicionares
[17:45:16] xarmus: vives em Lisboa?
[17:45:22] Enimia 45: sim, perto do bairro alto
[17:45:24] Enimia 45: e tu?
[17:45:49] xarmus: que giro... almocei mesmo agora no bairro alto
[17:46:21] xarmus: eu sou de Lisboa... mas neste momento estou mais tempo na zona de Leiria... mas venho a Lisboa com regularidade
[17:46:54] Enimia 45: quanto longe está Leiria?
[17:47:28] xarmus: 100 km
[17:47:34] Enimia 45: wow
[17:47:46] Enimia 45: muito longe
[17:48:06] Enimia 45: vens a Lisboa para trabalho?
[17:48:22] xarmus: sim
[17:49:55] xarmus: gostei do teu perfil
[17:50:02] xarmus: acho que podíamos divertir-nos
[17:50:05] Enimia 45: o que é que gostaste?
[17:50:16] xarmus: da submissão… da foto
[17:50:18] xarmus: heheheheheheheh
[17:50:26] Enimia 45: eheheh
[17:50:34] Enimia 45: muito bem
[17:51:15] xarmus: vou enviar-te umas fotos minhas
[17:51:20] Enimia 45: ok
[17:51:36] xarmus: era giro mostrares umas tuas
[17:52:10] Enimia 45: vou enviar-te uma foto
[17:52:43] Enimia 45 partilha: fotos
[17:52:54] xarmus partilha: fotos
[17:53:02] xarmus: eu sou mais generoso...
[17:53:10] Enimia 45: wow
[17:53:58] Enimia 45: não sou tão organizada
[17:54:02] xarmus: obrigado pela foto… gostei
[17:54:20] xarmus: podes enviar mais que eu não levo a mal
[17:54:23] xarmus: hehehehehehe
[17:54:37] Enimia 45: :D
[17:55:33] Enimia 45: gostei muito das tuas
[17:56:47] Enimia partilha: fotos
[17:57:50] Enimia 45: não tenho fotos nua
[17:59:47] Enimia 45: então.. o que é que tu gostas?
[18:00:20] xarmus: gosto de dominar e dar muito prazer
[18:00:23] xarmus: e sei bem como fazer
[18:00:29] xarmus: e tu?
[18:02:29] Enimia 45: gosto de um mix de brincadeira e dominio
[18:02:45] Enimia 45: o meu portugues não é muito bom
[18:02:54] Enimia 45: não sei se está claro
[18:04:34] xarmus: está
[18:04:45] xarmus: e escreves bem
[18:06:49] Enimia 45: gosto da submissão mas tambem gosto divertir-me :)
[18:07:03] xarmus: mas também te divertes como submissa não?
[18:07:13] Enimia 45: sim
[18:07:22] xarmus: mas eu também gosto de tudo... na boa
[18:07:43] xarmus: e acredita que te divertes mesmo muito sendo submissa comigo
[18:07:47] xarmus: eu adoro dar prazer
[18:07:53] Enimia 45: muito bem
[18:08:27] Enimia 45: eu adoro ser muito diligente :)
[18:09:18] xarmus: eu também sou muito
[18:09:24] xarmus: não te vai faltar nada
[18:11:39] Enimia 45: great!
[18:12:19] Enimia 45: falas ingles tambem?
[18:12:23] xarmus: sim
[18:12:30] xarmus: mas não escrevo muito bem
[18:12:38] xarmus: mas entendo tudo
[18:12:43] xarmus: falado ou lido
[18:12:49] Enimia 45: ok
[18:13:08] Enimia 45: não falo portugues muito bem
[18:13:36] Enimia 45: e tambem não conheço as palavras a utilizar na cama :)
[18:13:44] xarmus: hehehehehehe
[18:13:48] Enimia 45: hehehehe
[18:13:54] xarmus: podes dizê-las em inglês
[18:14:06] Enimia 45: para mim é uma componente muito importante
[18:14:14] xarmus: e eu posso chamar-te nomes muito feios em português... assim nem percebes
[18:14:17] xarmus: hehehehehehehehehe
[18:16:09] Enimia 45: vais esplicar-me enquanto os usas
[18:16:31] xarmus: sim... na boa… também sei dizê-los em Inglês
[18:17:20] xarmus: eu hoje tenho coisas combinadas com uns amigos
[18:17:30] xarmus: mas amanhã podemos encontrar-nos se quiseres
[18:18:19] Enimia 45: amanha está boa para mim
[18:18:40] xarmus: e passamos logo às hostilidades?
[18:18:52] xarmus: (esfregar as mãozinhas)
[18:19:23] Enimia 45: estou pronta ;)
[18:19:35] xarmus: maravilha.... that's my girl
[18:19:36] xarmus: um momento... telefone
[18:19:55] Enimia 45: ok
[18:20:31] Enimia 45: when is it a good time for you tomorrow?
[18:21:52] xarmus: ainda não sei bem... mas mais para a noite
[18:22:07] xarmus: tipo 22 ou 23h
[18:22:12] Enimia 45: perfeito
[18:22:20] xarmus: mas pode ser que consiga mais cedo
[18:22:38] xarmus: se der para ti claro
[18:22:38] Enimia 45: quero ir ao trabalho
[18:22:52] Enimia 45: mas estou em casa na tarde
[18:23:18] Enimia 45: fico em casa
[18:23:38] xarmus: e queres encontrar-te onde?
[18:23:50] xarmus: em tua casa ou na minha?
[18:24:32] Enimia 45: podemos encontrar em minha casa
[18:24:47] xarmus: ok
[18:26:33] Enimia 45: Tel *********
[18:26:49] Enimia 45: o meu nome é Enimia
[18:27:14] xarmus: *** *** ***
[18:27:15] xarmus: Luis
[18:27:54] Enimia 45: write me a text when you are free
[18:28:16] Enimia 45: or call me
[18:28:29] xarmus: ok
[18:31:38] Enimia 45: então…. ate amanha
[18:36:47] xarmus: até amanhã minha querida
[18:36:57] xarmus: eu contacto assim que possa
[18:37:17] Enimia 45: looking forward
[18:38:10] Enimia 45: have a nice evening
[18:38:14] Enimia 45: ciao
[18:38:20] xarmus: beijo

(Continua no próximo post)

11.2.14

Foto 806


Conversa 1001 Sara 28 C07B


(Continuação da conversa 1000)

[01:07:13] Sara 28: pois, já disse a um amigo meu para ler sobre isso e aprender
[01:07:18] Xarmus: claro que me soube bem a mamada pelo caminho
[01:07:36] Xarmus: mas se não tivesse feito... estava bem na mesma… mas ela foi uma querida, em preocupar-se com isso. Gosto mesmo muito deles.
[01:08:38] Sara 28: acredito que sim
[01:08:40] Xarmus: sempre sem stresses
[01:09:04] Sara 28: e tu tens mesmo bom coração, e depois so recebes coisas boas
[01:09:47] Xarmus: sim... é isso mesmo... e já deu para ver que só temos vantagens em sermos bons para os outros
[01:10:15] Sara 28: sim, quase sempre... mas há pessoas tao más neste mundo
[01:10:16] Xarmus: eu sou sempre querido para toda a gente... e tenho recebido de volta coisas fantásticas… mas às vezes conhecemos gente mesmo muito especial.
[01:10:26] Xarmus: já vivi coisas que pouca gente viveu
[01:10:40] Sara 28: mas nunca te arrependeste com ninguem
[01:10:48] Xarmus: provas de confiança... muito prazer... muita amizade... é muito bom
[01:11:15] Sara 28: nunca te fizeram mal ou tentaram?
[01:12:09] Xarmus: sim... às vezes apanho desilusões... mas nunca me deixo de ser eu e de continuar a confiar e ser querido
[01:12:17] Xarmus: uns não têm que pagar pelos outros
[01:12:33] Sara 28: claro... é uma boa filosofia de vida
[01:12:36] Xarmus: e quando fico desiludido com alguém, afasto-me na boa... sem ressentimentos
[01:12:54] Xarmus: e sempre pronto a voltar a ajudar no que puder
[01:13:15] Xarmus: claro que às vezes afasto-me por sentir que não me merecem
[01:13:19] Xarmus: mas fico na boa
[01:13:29] Xarmus: nunca fico com odio de ninguém
[01:13:30] Sara 28: es bem resolvido na vida
[01:13:38] Xarmus: não vale a pena mesmo
[01:13:54] Sara 28: já leste algum livro de brien weiss?
[01:14:05] Sara 28: tens de ler...
[01:14:13] Xarmus: não
[01:14:30] Sara 28: segue um pouco a filosofia que tu fazes
[01:14:33] Xarmus: mas já li alguns acerca de inteligência emocional.... que tem mesmo a ver com o que te disse
[01:14:45] Sara 28: sim, é um pouco sobre isso
[01:14:55] Sara 28: é mais sobre vidas passadas
[01:15:05] Sara 28: hipnose e regresso a vidas passadas
[01:16:04] Xarmus: mas sabes... para se ser como eu... também é preciso estarem reunidas algumas condições que não são fáceis de reunir numa pessoa
[01:16:19] Sara 28: quais?
[01:17:38] Xarmus: para além de várias qualidades necessárias... como inteligência... bom coração... bom caracter... uma personalidade altruísta...
é essencial ser bem resolvido... não ter problemas de ego... não ser orgulhoso no mau sentido... e essencialmente... ser feliz
[01:18:44] Sara 28: pois... não se pode fingir durante muito tempo que se é boa pessoa
[01:18:53] Xarmus: não... de forma alguma
[01:18:59] Sara 28: ou se é boa pessoa ou nao
[01:19:06] Xarmus: claro
[01:23:11] Sara 28: tou com sono...
[01:23:19] Sara 28: mas nao me apetece dormir
[01:24:00] Xarmus: eu também tenho esse problema. todos os dias
[01:24:15] Xarmus: só me vou deitar quando estou mesmo a cair para o lado
[01:24:24] Sara 28: so me dá vontade de dormir de manha
[01:24:29] Sara 28: enfim
[01:24:37] Xarmus: mas hoje até me levantei cedinho... e deve dar-me o sono mais cedo
[01:24:57] Xarmus: e quando está a chover... é mesmo uma delicia
[01:25:05] Xarmus: a cama está quentinha
[01:25:18] Sara 28: sim, eu so gosto de ouvir o barulho da chuva de manha
[01:25:38] Sara 28: a noite quando tento adormecer nao gosto mesmo nada do barulho da chuva
[01:26:40] Xarmus: estando na cama quentinha... gosto sempre
[01:26:45] Xarmus: até me embala
[01:27:03] Sara 28: a mim irrita-me o barulho
[01:27:07] Xarmus: mas eu durmo muito bem… e adormeço mal encosto a cabeça na almofada
[01:27:13] Sara 28: sorte
[01:27:14] Sara 28: eu nao
[01:27:24] Xarmus: toda a gente tem inveja do meu dormir
[01:27:26] Sara 28: mas este quarto onde estou é melhor
[01:27:27] Xarmus: hehehehehehehe
[01:27:40] Sara 28: era da minha irmã
[01:30:59] Xarmus: trocaste ou ela saiu de casa?
[01:31:35] Sara 28: ela casou
[01:31:47] Xarmus: casou contra quem?
[01:32:05] Sara 28: e eu aproveitei e mudei-me para o quarto dela
[01:33:57] Xarmus: fizeste bem... se é melhor
[01:34:10] Sara 28: é
[01:34:26] Sara 28: nao tens companhia hoje?
[01:34:33] Sara 28: nao há fodas?
[01:34:55] Xarmus: não
[01:35:02] Xarmus: hoje é dia de estar em casa
[01:35:05] Xarmus: heheheheheheh
[01:35:17] Sara 28: ah… fazes bem
[01:35:44] Xarmus: e tive uma semana “trabalhosa”... heheheheh
[01:35:51] Xarmus: estive em Lisboa uns dias… cheguei a casa hoje ao fim da tarde
[01:36:07] Xarmus: imagina...
[01:36:10] Xarmus: hehehehehehe
[01:36:16] Sara 28: pois....
[01:36:21] Xarmus: agora é o descanso do guerreiro
[01:36:30] Sara 28: e do gostoso
[01:36:31] Xarmus: dos guerreiros... heheheh
[01:38:06] Sara 28: nao te fartas de sexo? lollol
[01:38:09] Sara 28: nunca te cansas?
[01:38:21] Xarmus: não… é sempre bom
[01:38:24] Xarmus: hehehehehehehe
[01:38:58] Sara 28: sim, mas quando estamos doentes, nao apetece
[01:38:59] Sara 28: lol
[01:39:15] Sara 28: ou com problemas do trabalho
[01:41:42] Xarmus: sim… também tenho os meus dias menos bons
[01:41:55] Xarmus: mas eu também descanso muito tempo em casa
[01:42:13] Xarmus: nesta próxima semana... não saio de casa
[01:42:18] Xarmus: nem tenho amigas aqui na zona
[01:42:36] Xarmus: na semana seguinte... quando for a Lisboa... já vou cheio de tusa e de vontade… e viro logo umas quantas… ehehehe
[01:43:15] Sara 28: olha...vou desligar
[01:43:23] Sara 28: vou tentar nanar
[01:44:18] Xarmus: força minha querida
[01:44:22] Xarmus: boa noite
[01:44:25] Sara 28: boa noite
[01:44:29] Xarmus: e uma beijoca boa
[01:44:31] Sara 28: beijos grades
[01:44:33] Xarmus: (Flor)

9.2.14

Foto 805


Conversa 1000 Sara 28 C07A

[00:15:50] Sara 28: olá
[00:15:54] Sara 28: tudo bom?
[00:31:20] Xarmus: Olá minha querida
[00:31:27] Xarmus: não estava aqui... desculpa
[00:31:32] Xarmus: tudo bem contigo?
[00:31:52] Xarmus: acabei de aceitar a tua amizade no facebook
[00:32:04] Sara 28: era disso que ia dizer
[00:32:09] Sara 28: obrigada, querido
[00:33:46] Xarmus: eu ando mais por aqui do que por lá.... mas às vezes também lá vou
[00:34:01] Xarmus: prefiro sempre falar por aqui... é mais seguro
[00:34:28] Xarmus: no facebook fica tudo registado... e os cabrões vendem informações
[00:34:36] Xarmus: nunca se sabe...
[00:34:40] Sara 28: yah...
[00:35:26] Sara 28: tens uma foto da barriga....que eu acho tão fofinha
[00:35:29] Sara 28: lol
[00:35:55] Xarmus: era a foto que tinha no cabeçalho do meu blog do Xarmus... antes desta que lá está agora
[00:36:34] Sara 28: ah...já nao é do meu tempo...
[00:36:56] Xarmus: pois… foi no primeriro ano... depois mudei
[00:37:11] Sara 28: a que tens agora tb é fofinha
[00:40:11] Xarmus: sim... também gosto das duas
[00:40:30] Xarmus: e eu gostei das tuas fotos no teu face
[00:40:36] Xarmus: não as conhecia
[00:40:41] Sara 28: pois...
[00:40:53] Sara 28: sao normais
[00:40:56] Xarmus: se te apanho a jeito... vamos divertir-nos muito
[00:41:06] Sara 28: acho que nao partilho mt coisa
[00:41:11] Sara 28: eu quero estar ctg
[00:41:31] Sara 28: já te disse que tenho umas cuecas vermelhas para usar ctg?!
[00:41:34] Sara 28: lolol
[00:41:51] Sara 28: são novas, comprei de proposito
[00:41:53] Sara 28: lolol
[00:42:22] Sara 28: um dia destes tiro fotos das minhas mamas e cona e mando para ti
[00:43:00] Xarmus: hhuummmmmm... isso era simpático da tua parte... vou adorar
[00:43:18] Xarmus: força minha querida... não te acanhes... heheheh
[00:43:23] Xarmus: eu vou adorar tudinho… escarrapacha-me essa cona toda
[00:43:43] Sara 28: eu sei que sim....
[00:44:16] Sara 28: olha, no outro dia quando estavamos a falar a 3 com a jacinta, eu estava com o meu nome verdadeiro e foto
[00:44:35] Sara 28: so mais tarde é que reparei, espero que a gaja seja de confiança
[00:44:56] Xarmus: sim...  é de confiança
[00:45:07] Xarmus: e é casada... tem mesmo que ter cuidado com isso
[00:45:16] Xarmus: se o marido desconfia... faz-lhe a folha
[00:45:28] Xarmus: tem que se preocupar mais com a discrição do que tu
[00:45:29] Sara 28: pois é, já não me lembrava
[00:45:32] Sara 28: ok
[00:56:59] Xarmus: mas estou cheio de vontade de te apanhar a jeito
[00:57:07] Xarmus: vais ser muito bom
[00:57:22] Sara 28: eu tb acho que vai ser bom....
[00:57:27] Sara 28: mt bom...
[00:57:41] Sara 28: há mt vontade que é o principal
[00:58:33] Xarmus: podes crer... é mesmo o principal
[00:59:55] Sara 28: tive a ler a conversa que tiveste com a sara do casal sara  e tiago
[01:00:01] Sara 28: e concordo ctg
[01:00:05] Sara 28: já tiveste com esse casal? sao mesmo assim doidos?
[01:00:47] Xarmus: sim... são
[01:00:59] Xarmus: já estive com ela… sozinhos duas vezes
[01:01:12] Xarmus: já estive com ela uma vez ... com ele a ver
[01:01:35] Xarmus: e eles já estiveram os dois na cama da autocaravana... sozinhos… e eu aqui na mesa ao computador
[01:01:41] Xarmus: hehehehehehehe
[01:01:43] Sara 28: eh la
[01:01:49] Sara 28: que gente doida
[01:02:15] Xarmus: eles queriam estar os dois... e que depois eu entrasse mais tarde... mas eu deixei-os estarem a curtir sozinhos… estava a trabalhar… e quando fui para entrar, já era tarde para eles. Acabámos por não estar a 3.
[01:02:17] Sara 28: mas deve ser bom ter uma relação assim
[01:02:32] Sara 28: 100% confiança
[01:02:33] Xarmus: eles são namorados e não têm muitas oportunidades de estarem juntos sozinhos… achei que deviam gostar de estar sozinhos
[01:02:35] Sara 28: sem stress
[01:02:45] Sara 28: ooohh es tão querido
[01:03:03] Xarmus: sim... eles são fixes mesmo... muito liberais
[01:03:25] Xarmus: na vez em que estivemos os dois com ele a ver... eu não me vim
[01:03:33] Sara 28: pk?
[01:03:41] Xarmus: e depois fui pô-los a casa... um em cada casa
[01:03:56] Xarmus: e fui deixá-lo a ele primeiro… dava mais jeito para a volta que tinha que dar
[01:04:08] Xarmus: e depois fui pô-la a ela...
[01:04:17] Xarmus: e ela disse-me isso... hoje não te vieste
[01:04:30] Xarmus: pois... não calhou... disse-lhe eu… mas adorei na mesma
[01:04:31] Sara 28: esqueceste-te? de te vir
[01:04:49] Xarmus: e ela disse... queres que te faça um broche?
[01:04:56] Xarmus: olha... nem era má ideia
[01:04:58] Xarmus: hehehehehe
[01:05:01] Xarmus: e fez
[01:05:20] Sara 28: e deste-lhe o leitinho antes de ir dormir
[01:05:28] Xarmus: depois no dia seguinte... ele disse-me... já sei que a Sara te fez uma mamada pelo caminho... hehehehehe
[01:05:50] Xarmus: são mesmo fixes... extremamente liberais... são gente boa mesmo. E gostam mesmo um do outro. São dois putos fantásticos. Inteligentes, calmos, e com uma relação invejável mesmo. Na idade deles, é raríssimo os casais terem essa cumplicidade… só mesmo mais velhos, e com muitos anos de casamento.
[01:06:32] Xarmus: eu tenho vários orgasmos durante a curtição... e não é importante vir-me… fico satisfeito mesmo sem ejacular.
[01:06:37] Sara 28: isso é bom, mas acho que uma parte já nasce connosco, outra podemos trabalhar para ser assim
[01:07:06] Xarmus: e naquele caso foi assim... estava bem… satisfeito

(Continua no próximo post)

6.2.14

Foto 804


Cconversa 999 Peneloppe 41 C08

Xarmus diz (20:04) (flor1)
(lambi)
Peneloppe 41 diz (20:04) olá...
to no teu blog
rsrsr
Xarmus diz (20:05) e tás muito bem...
Peneloppe 41 diz (20:05) hummmm
tive q me masturbar... to com um Tesão...
rsrs
ai. ai, se eu te pego...
Xarmus diz (20:06) tadinha... e eu que podia estar com a boca na tua cona... e a língua toda lá dentro quando estivesses a gozar
que desperdicio
Peneloppe 41 diz (20:07) pois... escrava isaura é msm assim... até o gozo é desperdiçado... rsrsr
Xarmus diz (20:10) mas quando eu te apanhar... e tu tens mesmo uma conta enorme para pagar... vais gozar tudinho
a conta está tão grande.. que vais ter que te entregar totalmente para tudo o que eu te quiser fazer
Peneloppe 41 diz (20:11) abusado...
Xarmus diz (20:12) abusar muito mesmo
tens que vir como uma cachorra que vai ter com o dono
Peneloppe 41 diz (20:13) rsrsrsr
Xarmus diz (20:13) e claro... vais gozar como nunca gozaste na vida
Peneloppe 41 diz (20:13) vou ser uma cachorrona à babar... ao dono
e o pior no cio... rsr
Xarmus diz (20:14) exacto.... hehehehehehehehe
pois... essa vai ser a melhor parte
desde que arranjes tempo... o dono consegue estar a foder-te 8 horas
Peneloppe 41 diz (20:16) poderoso... assim que eu gosto... somente não sei se vou aguentar...
Xarmus diz (20:16) vais....
Peneloppe 41 diz (20:16) podemos fazer como part time
rsrsr
Xarmus diz (20:16) podes ficar de cama depois... mas na altura aguentas
Peneloppe 41 diz (20:16) rsrsr
Xarmus diz (20:17) só te vais sentir toda escaqueirada e com um andar novo.... no dia seguinte
Peneloppe 41 diz (20:17) pois eu queria estar na cama ctgo e não acamada depois e sozinha
Xarmus diz (20:17) enquanto estiveres quente... vai saber tudo bem
Peneloppe 41 diz (20:17) rsrsr
sim no calor do momento não se sente nada...
Xarmus diz (20:18) primeiro ficas na cama comigo.... acamada é só no dia seguinte
Peneloppe 41 diz (20:18) ou melhor apenas prazer e gozo
Xarmus diz (20:18) exacto... apenas muito prazer
Peneloppe 41 diz (20:18) pois o pior é acamada e sozinha
rsrsr
Xarmus diz (20:19) acredita que também não ficas em condições de ficar acompanhada... ficas com a cona feita num bolo… heheheheh
pelo menos comigo
porque senão continuas a levar na cona
(rir 1)
Peneloppe 41 diz (20:19) rsrsrsrs
Xarmus diz (20:21) ficares acamada comigo... é mesmo só para piorar as mazelas
Peneloppe 41 diz (20:23) uiiiiiiii querer ir para as urgências... pois com o teu xxl  é perigoso querer arriscar
rsrsr
Xarmus diz (20:24) uma rapidinha de 3 ou 4 horas... aguentas na boa
Peneloppe 41 diz (20:24) pois às vezes o prazer é tanto q não sentimentos as ditas mazelas...
Xarmus diz (20:24) agora se for de 12 horas como tive um dia destes... acredita que é mesmo para ficares acamada
Peneloppe 41 diz (20:25) acho eu que para uma rapidísssima eu aguento
Peneloppe 41 diz (20:26) 12 horas foi à grande... rsr
Xarmus diz (20:26) um dia destas.. uma amiga veio de muito longe ter comigo... e quis aproveitar a viagem... e estivemos 12 horas no sexo
com umas pausas pequeninas para comer e beber... de resto foi sempre a abrir
ficou acamada mesmo
Peneloppe 41 diz (20:27) pois é msm para ficar acamada
Xarmus diz (20:28) e ela levou na cona e no cu... o que é um pouquinho mais complicado
e fartou-se de mamar
deve ter precisado de um maxilar novo
mas também se veio muito
perdemos-lhe a conta... mas foram umas dezenas de vezes
também cansa
Peneloppe 41 diz (20:30) quem cansou ela ou Vc?
Xarmus diz (20:30) ela… vir-se muitas vezes cansa
eu só me vim 3 vezes
Peneloppe 41 diz (20:30) hummmm e Vc não
razoável podia ter gozado mais
Xarmus diz (20:31) também fico cansado... mas eu estou bem ginasticado... sou um maratonista... não fico acamado
Peneloppe 41 diz (20:31) rsrsr
me dá uma prazer enorme quando eu vejo o gozo do meu parceiro
adoro...
Xarmus diz (20:34) sim... é excelente
Peneloppe 41 diz (20:34) o leitinho quente
do produtor ao consumidor
rsrsr
Xarmus diz (20:35) mas apesar de só ter gozado 3 vezes... eu tive montes de prazer durante aquelas 12 horas… eu vou tendo orgasmos secos
isso é uma delicia
Peneloppe 41 diz (20:36) sim claro
eu ja tive época q me vinha apenas uma vez um orgasmo apenas
hoje ja consigo me vir muitas e muitas vezes...

3.2.14

Foto 803


Conversa 998 42 Maria 42 C49

Maria 42 disse (Ontem às 22:46) (K)
Não sei se nos cruzamos aqui hoje
deixo mensagem
amanhã 4ª f vou ter ctg à noite
arranjei tudo aqui... não é fácil... mas para estar ctg... faço muita coisa...
não sei bem a que horas vou...
a que horas me apetecia ir sei eu já... :)
depois acertamos...
Beijos... por todo o lado
xarmus diz (00:38) (lambi)
Maria 42 diz (00:40) isso é onde eu quero que seja?
xarmus diz (00:40) claro
eu preferia nessa cona boa
mas pode ser onde quiseres
Maria 42 diz (00:42) eu tb preferia aí...
muito demorada
e muito molhada
xarmus diz (00:43) hhuuuummmm
amanhã tratamos disso
Maria 42 diz (00:43) e depois fazias deslizar o gostoso...
até eu ficar tão maluca que te implorasse que me penetrasses
e fodesses montesssss de tempo
xarmus diz (00:50) agrada-me
pode ser assim… está combinado
hehehehehehehehe
Maria 42 diz (00:51) mas torturavas-me primeiro...
fazias-me sentir-te 'só' no exterior...
até eu me roer de desejo
xarmus diz (00:53) ok... boa ideia
hehehehehehe
tás fodida
quando te apanhar... vais pagá-las
Maria 42 diz (00:54) e podias torturar mais ainda
dizer ao ouvido... 'hj é só assim sua puta'
não levas mais nada
a menos que implores com muito jeitinho :)
xarmus diz (00:57) hehehehehehehehe
hoje estás com umas ideia giras
estou a apontar
Maria 42 diz (00:59) e eu implorava... meia em transe
se não me fodes... morro
xarmus diz (00:59) eu vou é tirar-te o ar... e foder-te até te passares minha puta
Maria 42 diz (01:00) hummmmmm
a respirar mal já eu estou
e nem estás aqui
xarmus diz (01:00) (rir 1)
Maria 42 diz (01:02) podes tirar o ar.... tirar o que te apetecer... tirar tudo... desde que me fodas... como sabes fazer
xarmus diz (01:13) hehehehehehehehe
xarmus diz (01:14) estou a preparar-me para sair... desculpa não estar a corresponder
mas estou a gostar
Maria 42 diz (01:15) ok...
não me ligas nenhuma... :(
vai lá...
xarmus diz (01:18) vou ter que ir para Lisboa ainda hoje
e não tenho as coisas preparadas para sair
Maria 42 diz (01:19) tou a escrever um coment para o teu blog
sobre o teu ultimo texto
que gostei muito
vai lá
beijos
xarmus diz (01:24) ando cá e lá
estou a carregar as tralhas na autoicaravana
Maria 42 diz (01:28) enviei
como é grande não sei se segue
às vezes estico-me a escrever...
gosto de escrever...
vou dormir
beijos
espero que chegues bem
(K)
xarmus disse (01:32) muito bom
já publiquei
(lambi)
beijocas boas
(flor2)