Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


20.4.17

Conversa 1570 Casal Vera 24 Paulo 28 C01

Olá Xarmus!

Esta é a primeira vez que te contacto, mas já leio o teu blog há alguns anos. Estou um bocado nervosa por te contactar, é a primeira vez que faço algo do género. Como já leio o teu blog há algum tempo, acho que posso dizer que já te conheço um bocadinho e parece-me que és a pessoa ideal para me ajudar.

Tenho 24 anos, e sou casada. A minha primeira vez foi com o meu marido (na altura namorado), tinha eu 21 anos. Ele não era virgem, mas só tinha feito sexo uma vez. O sexo com ele é maravilhoso (se bem que eu não tenho muito termo de comparação). Na nossa primeira vez vim-me três vezes, e tem sido sempre a melhorar. Gostamos imenso de experimentar coisas novas, às vezes até lemos o teu blog juntos.

Decidi mandar-te um e-mail porque temos andado a experimentar anal, e não tem corrido bem. Já experimentámos de diversas maneiras e posições, e ainda não consegui ser penetrada, porque dói mesmo muito. Já experimentámos com plugs e vibradores, e com eles eu consigo. Não me dói e temos imenso prazer. Não consigo perceber porque é que não consigo ser penetrada com o pénis dele, e deixa-me um bocado frustrada. Quero ter a experiência completa :)

Tens algumas dicas/conselhos que nos possas dar?

Obrigada, espero que não leves a mal o meu contacto.
Um beijinho
Vera.
--------------------------------------------------------------------------------

Olá Verinha,

Antes de mais, obrigado por leres o meu blog e por me teres contactado.
Não fiques nervosa, contacta sempre que quiseres.

O mais importante no sexo, é ter prazer. podem ter muito prazer apesar de terem pouca experiencia. Praticando, vão ganhando experiencia juntos.

Em relação ao sexo anal… o que te provoca a dor é o medo.
O medo não te deixa relaxar (O esfíncter involuntário) aperta-se mesmo sem tu quereres e dói ao forçar a entrada com o musculo apertado.
A prova é que com os vibradores não tens dor. Os vibradores são mais facilmente controláveis.

Para uma penetração anal correr bem e dar prazer, são precisas 3 coisas…
vontade de ambas as partes… não teres medo e estares relaxada…
estar tudo (Piça e cu) bastante bem oleado com um gel ou melhor ainda, com óleo de coco.

Se precisarem, encontramo-nos e eu dou assistência técnica… heheheheh

Não levo nada a mal, e obrigado por teres contactado.

Deixo o texto que escrevi no meu blog e o link do artigo completo.

“Depois de ler este texto, e segundo a minha experiência, o principal motivo para se sentir dor no sexo anal, (sobretudo na primeira vez) ou depois de já se ter experimentado e ter doído, é o medo. Quando a mulher confia no parceiro, e sabe que ele não vai enfiar o piço à bruta por ali a dentro, perde o medo e isso faz com que os esfíncteres externo e interno se relaxem.

Como diz o texto, o esfíncter externo é controlado voluntariamente, mas o interno não. Ou seja, só se a mulher não estiver com medo e confiar no parceiro, é que é possível relaxar o esfíncter interno. Por isso, quando dói, não se deve forçar, e deve-se esperar que o esfíncter relaxe para prosseguir a penetração. Se apesar de doer, insistirmos na penetração (tipo Taveira), acabamos por danificar algo, e a partir daí já não se conseguirá uma penetração prazerosa.

Isto explica, porque é que há mulheres que não sentem dor quando são penetradas pelo meu enorme gostoso, e sentem dor quando são penetradas por piços mais pequenos. Tem tudo a ver com a confiança no parceiro, e claro, com toda a preparação anterior, que engloba a vontade, a tesão, a lubrificação e a penetração com o dedo.

Resumindo, é preciso que a mulher esteja calma e confiante, e com muita vontade de ser penetrada no ânus. Sem estarem reunidas estas condições, é normal que o início da penetração anal seja algo dolorosa.”

http://xarmus.blogspot.pt/2012/05/is008-sexo-anal-10-respostas.html?zx=c60209eade49c368

Beijocas boas
-------------------------------------------------------------------------------

Olá xarmus, muito obrigada por teres perdido um bocadinho do teu tempo a responder-me, foi muito simpático :)

Realmente, no sexo vamos ficando sempre mais gulosos e vamos sempre procurando outras formas de obter prazer. E quando temos alguém que acompanhe essa vontade, é uma sorte ;)

Pois, de facto, acho mesmo que o problema principal é o medo. Da primeira vez que tentámos não estava à espera de sentir dor, porque nunca me tinha doido nada durante o sexo, e a dor apanhou-me um bocado de surpresa. Usámos mesmo muito lubrificante (comprámos montes de vaselina, mesmo à grande- que totós xD) e besuntámo-nos bem, mas mesmo assim doeu. Ele não forçou nem nada do, parámos logo. Só que acho que fiquei com medo dessa experiência, e vou sempre com medo nas outras tentativas.

Já tinha lido o artigo que fizeste sobre isso, gosto bastante dos artigos que escreves no blog. Eventualmente, nem sempre tenho a mesma opinião que tu, mas gosto de ver a tua perspetiva, e fazes-me refletir sobre coisas que nunca tinha pensado antes.
Acho que este artigo sobre a dor no sexo anal está muito bom e faz-me sentido.

No meu caso, eu confio no meu marido, e vamos sempre falando sobre o que estamos a sentir, e não tenho medo que ele me enfie o piço à bruta xD
Quando tentamos a penetração, e me começa a doer, perco logo a vontade de continuar (e na verdade também tenho medo de forçar demasiado e depois aleijar-me à séria). Uma parvoíce :P

Mas vamos continuar a tentar, principalmente porque esta conversa toda abriu-me o apetite ;)

Vou tentar estar relaxada, besuntar tudo muito bem e deixar-me ir.

Beijinhos e obrigada!
Vera
--------------------------------------------------------------------------

Olá Verinha,

Podes tentar ser tu a enfiar-te nele, em vez de ser ele a empurrar.
Há quem só assim consiga relaxar.

Outra coisa que podem fazer para uma primeira vez, é usarem um lubrificante anestesiante. Deve-se ter cuidado, porque como a dor é atenuada, podes-te magoar por não sentir. Nesse caso será bom ele usar preservativo porque se não vai deixar de sentir o piço.

Há pessoas que pensam que só dói a primeira vez porque o cu é virgem e nas seguintes já está mais largo, mas não é nada disso. O cu é elástico e tanto abre como fecha. Dói a primeira vez porque a mulher está com receio, deixa de doer quando se consegue uma penetração prazerosa porque a mulher já sabe que vai ser bom e perde o medo.

O truque é só mesmo relaxar e deixar entrar devagarinho.
Experimenta deita-lo e tu sentares-te por cima… e enterras-te tu.
De lado também é bom e seres tu a enterrar-te.
Depois de teres prazer uma vez… e isso acontece numa fração de segundo
vais adorar levar no cu.

Beijocas boas
--------------------------------------------------------------------------

Haha obrigada!

Quando dizes lubrificante anestesiante estás a falar de lidocaina, por exemplo? Acho uma ótima ideia, não sei como ainda não me tinha lembrado disso! Eu trabalho na área da saúde, e usamos muito isso para fazer progredir sondas.

Obrigada, estás a ser um querido :) vamos experimentar.
Beijocas
----------------------------------------------------------------------------

Olá Verinha,

Eu não sei como se chama, mas sei que existe. E funciona.
Mas têm que ter cuidado na mesma. Como não sentes dor, pode danificar.
Mas facilita muito para uma primeira vez.

Beijocas

Sem comentários: