Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


10.7.17

Conversas 1610 Casal Vera 24 Paulo 28 C05A

[21:19:34] Vera 24: Adorei! É mesmo isso que eu acho, também
[21:43:28] xarmus: ainda bem que gostas minha querida
[21:44:59] xarmus: daqui a 30 ou 40 anos, quando o blog do xarmus for um marco na revolução sexual do sec XXI... vais poder dizer que foi o blog que mudou a tua forma de ver o sexo... e ainda vais dar entrevistas a contar como era o xarmus
[21:45:02] xarmus: hehehehehehehehehehehehe
[21:45:23] xarmus: e se chupares no gostoso... vais mesmo ficar famosa
[21:45:26] xarmus: hehehehehehehe
[21:58:46] Vera 24: Hahahahahaha quem sabe?
[21:59:40] xarmus: ninguém sabe... és tu que vais dizer
[21:59:57] xarmus: quando as amigas do xarmus virarem estrelas
[22:00:00] xarmus: heheheheheheheheheh
[22:00:34] Vera 24: Hehehehe
[22:06:13] Vera 24: voltei a ler a reflexões, estão muito fixes
[22:06:15] Vera 24: tu tens uma maneira de escrever e de falar que eu gosto bastante. Sabes expor o teu ponto de vista sem te impores.
[22:06:36] Vera 24: e vais pesquisar, e ver artigos, para fundamentar as coisas... é muito bom ^^
[22:07:32] Vera 24: eu não percebo a cena do poliamor... faz-me mesmo muita confusão. É isso e a poligamia. Faz-me mesmo confusão. Não condeno de todo quem vive assim, pelo contrário, acho fantástico. Mas acho que não era para mim :P
[22:08:35] Vera 24: o sexo é fácil. Mas quando há toda uma relação por trás...
[22:09:13] xarmus: sim... para quem ama uma pessoa há pouco tempo, é difícil de entender, mas quando tiveres 15 ou 20 anos de casamento, já pode fazer sentido
[22:09:28] Vera 24: sim, tens razão
[22:09:51] xarmus: porque se tudo correr bem, nunca vais deixar de amar o Paulo
[22:10:08] xarmus: mas podes muito bem apaixonar-te por outro homem... acredita que é possível
[22:10:13] xarmus: já me aconteceu a mim
[22:10:27] Vera 24: apaixonaste-te por outro homem? XD
[22:10:30] Vera 24: (estou a brincar)
[22:10:44] Vera 24: como é que lidaste com a situação?
[22:10:47] xarmus: e se tiverem abertura para isso... podes viver uma paixão, amando o Paulo e até partilhando isso com ele
[22:10:52] xarmus: é fantástico
[22:11:14] Vera 24: sem ele ter ciúmes?
[22:11:23] xarmus: sim... sem ele ter ciúmes
[22:11:35] Vera 24: e como é que se alterna o tempo e a energia despendido entre um e outro?
[22:11:37] xarmus: vou contar-te uma coisa que poucas amigas minhas sabem…
------------------------------------------------------------------------------
[22:17:04] Vera 24: também quero isso para mim! (vá... não à tua escala)
[22:17:52] xarmus: as pessoas não entendem... mas quando há mesmo verdadeiro amor... a felicidade de quem amamos está à frente de tudo
[22:18:06] xarmus: isso é que amor verdadeiro
[22:18:18] xarmus: e as pessoas confundem amor com posse
[22:18:46] xarmus: há quem diga... eu amo o meu marido, mas se ele me traísse punha-lhe as malas à porta
[22:19:01] xarmus: quem ama verdadeiramente... nunca conseguiria fazer isso
[22:19:09] xarmus: entendes?
[22:19:43] Vera 24: entendo. Entendo mesmo
[22:20:20] xarmus: quando se ama verdadeiramente... a felicidade e a vida de quem amamos está à frente da nossa
[22:20:56] xarmus: mas isso só se consegue ao fim de anos de amor e vivência em conjunto
[22:21:09] xarmus: mas vocês estão no bom caminho...
[22:21:12] Vera 24: ainda há esperança para mim e para o Paulo, então :)
[22:21:19] xarmus: claro... muita mesmo
[22:21:26] xarmus: e hoje em dia é raro
[22:21:50] Vera 24: :')
[22:22:20] Vera 24: o que me contaste faz-me acreditar no amor, e no casamento
[22:22:35] Vera 24: na minha família, no ultimo ano, tem havido imensos divórcios
[22:23:07] xarmus: é falta de diálogo e a monogamia forçada
[22:23:18] Vera 24: tantos, que quando eu e o Paulo decidimos casar-nos houve familiares que nos perguntaram se tínhamos mesmo a certeza que era isso que queríamos, porque o caminho mais provável de um casamento seria o divórcio
[22:23:25] Vera 24: na altura não levei nada a bem o comentário
[22:24:07] xarmus: as pessoas precisam mesmo de variar ao fim de uns anos de casamento... e se não é a bem e com consentimento, é a mal e pelas costas... e depois quando se descobre… acaba tudo
[22:25:03] Vera 24: Pois, eu também não sei como lidaria com essa situação
[22:25:13] xarmus: ou as pessoas conhecem outras pessoas que acabam por se apaixonar e querem o divórcio, ou às vezes querem divorciar-se apenas para poderem foder com quem quiserem e sentirem-se livres
[22:25:45] Vera 24: isso parece-me um péssimo motivo para um divórcio
[22:25:49] Vera 24: o casamento não é só sexo
[22:26:10] xarmus: se tiverem abertura para falar nessas coisas e darem liberdade um ao outro para viverem outras situações... nunca se vão divorciar
[22:27:32] xarmus: e como eu escrevi num texto do blog, está provado que a fidelidade forçada acaba com os casamentos
[22:27:53] Vera 24: qualquer coisa forçada acaba com qualquer coisa
[22:28:45] xarmus: quando as pessoas dizem que se divorciam porque já não há amor... muitas vezes é motivado pela falta de liberdade e por se sentirem presas e pensarem que nunca irão ter a possibilidade de estarem com outras pessoas até ao fim das suas vidas
[22:29:18] Vera 24: sim... é uma tristeza viver assim, a sentir-se acorrentado
[22:29:33] xarmus: é desmotivador casares e saberes que a partir dali acabou-se a possibilidade de teres sexo com outras pessoas a não ser que te divorcies, coisa que não passa pela cabeça de quem está a casar
[22:29:59] Vera 24: sim, na verdade isso aconteceu-me um bocado
[22:30:08] xarmus: saberes que podes ter outras experiencias... é imprescindível para te sentires feliz e livre
[22:30:12] Vera 24: passou-me pela mente
[22:31:00] Vera 24: desde que pus a hipótese na minha cabeça que podia, um dia, mais tarde ou mais cedo, poder ter outras experiências, e falei disso com o Paulo, fiquei muito mais feliz
[22:31:06] Vera 24: acho que era algo inconsciente
[22:31:14] Vera 24: eu nem percebia que me incomodava
[22:31:40] xarmus: porque ele te disse que permitia isso
[22:31:50] Vera 24: só agora que falámos sobre isso, e que eu mostrei essa vontade, e percebi que para ele não era o fim do mundo (não disse logo que sim, mas também não disse que não), senti-me muito melhor
[22:32:25] Vera 24: eu também nunca pensei que ele me dissesse logo "nem penses!" ou "já não gostas de mim, para quereres estar com outros"
[22:32:28] xarmus: agora imagina como te sentias se ele te dissesse... se um dia fores para a cama com outro gajo... nunca mais me voltas a ver… ou pior… mato-te.
[22:32:33] Vera 24: também já o conheço um bocadinho
[22:32:45] Vera 24: eu não conseguia estar com ele se ele me dissesse algo assim
[22:32:47] Vera 24: credo
[22:32:59] Vera 24: nem o imagino a dizer tal coisa :P
[22:33:03] xarmus: e é isso que as pessoas ouvem na maioria das vezes
[22:33:06] Vera 24: mas se acontecesse... era muito mau
[22:33:09] Vera 24: pois :/
[22:34:07] xarmus: por isso há tantos divórcios... por todas estas razões que te disse

(Continua no próximo post)

Sem comentários: