Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


2.2.16

Conversa 1351 Andreia 37 C18C

(Continuação da conversa 1350)

[02:36:59] xarmus: mas portaste-te lindamente
[02:37:17] Andreia 37: eu também não estava com muita energia.. e também costumo ser mais expansiva e divertida... e também estavamos surpreendidos um com o outro... mas tenho a certeza que a próxima vai ser muito melhor
[02:37:34] xarmus: eu gosto delas assim mais para o passivo... porque como viste... eu tenho sempre coisas para fazer...
[02:37:51] xarmus: sim... não tenho duvidas disso
[02:38:03] Andreia 37: sim eu adoro isso.. mas até falo mais da parte do convivio
[02:39:26] xarmus: tens razão... acho que surpreendemo-nos mutuamente... fomos um para o outro, muito melhor do que esperávamos... e essa surpresa deixou-nos estranhos
[02:39:41] xarmus: ou seja... diferentes do que costumamos ser
[02:39:56] Andreia 37: é giro
[02:40:05] Andreia 37: é tudo muito lindo na realidade
[02:40:25] Andreia 37: mas olha
[02:40:34] Andreia 37: que eu sou passiva já sabia
[02:40:47] Andreia 37: nunca me tinha era calhado um mandão
[02:40:59] xarmus: hehehehehehe
[02:41:08] xarmus: um dominador abusador
[02:41:11] Andreia 37: isto da igualdade é tudo muito giro mas na cama que se foda
[02:41:11] xarmus: hahahahahaha
[02:41:44] Andreia 37: da próxima não vale perguntar o que é que eu quero tá?
[02:42:26] Andreia 37: ahahahah
[02:42:32] xarmus: pego na puta e faço o que me apetecer dela
[02:42:42] Andreia 37: e a puta deixa
[02:42:44] Andreia 37: deixa tudo
[02:43:01] xarmus: que delicia... oiço isso... e fico logo duro e grosso
[02:43:10] xarmus: hehehehehehehe
[02:43:20] Andreia 37: porque depois leva uns mimos e uns beijos que se derrete toda
[02:43:31] xarmus: hahahahahah
[02:43:34] Andreia 37: a puta gosta
[02:43:42] Andreia 37: um estalo um beijo
[02:43:55] xarmus: depois de fazer maldades... apetece-me dar miminhos
[02:44:05] Andreia 37: e isso é demais
[02:44:16] Andreia 37: nem queiras saber como funciona comigo
[02:44:28] xarmus: e quando mais fortes forem as maldades... mais meiguinho e prolongados são os miminhos
[02:44:43] Andreia 37: essa informação contraditoria dá cabo de mim...adoro
[02:45:12] Andreia 37: porque na realidade não há contradição
[02:45:27] Andreia 37: não há contradição na vida... faz tudo parte
[02:45:32] xarmus: mas sabes... é assim porque eu sei que não estás habituada a estas coisas… e que gostas de miminhos e sinto carinho por ti... por teres sido querida… e as maldades, são sempre na optica do prazer dos dois
[02:46:10] xarmus: eu não faço as maldades para magoar ou ofender a parceira... faço para dar prazer
[02:46:11] Andreia 37: isso ia eu te dizer...que te conheço pouco mas sinto um grande carinho por ti
[02:46:36] Andreia 37: e acho que te dei mimos também
[02:46:46] xarmus: sim... foste uma querida
[02:46:56] Andreia 37: tu falas sempre naquilo que dás
[02:47:19] Andreia 37: mas deste lado também dá imensa vontade de te dar coisas
[02:47:28] Andreia 37: de te dar prazer
[02:47:31] Andreia 37: carinho
[02:47:34] Andreia 37: de te respeitar
[02:47:39] xarmus: nós somos boas pessoas... e reconhecemos isso nos outros quando eles também são boas pessoas
[02:48:13] xarmus: e que conseguimos ter intimidade apesar de não nos conhecermos
[02:48:26] Andreia 37: porque o giro é que apesar de seres dominador e estares no teu território de certa forma também estás a mercê... e isso dá imensa vontade de cuidar
[02:48:40] Andreia 37: pelo menos eu tive vontade de cuidar de ti
[02:48:52] Andreia 37: de teu bem estar digo
[02:49:51] xarmus: sim.... eu gosto que te sintas bem ali... embora seja a minha toca... a minha bolha.
[02:50:21] xarmus: agora imagina o prazer que podemos ter com o desenvolvimento da coisa
[02:50:30] Andreia 37: vai ser imenso
[02:50:44] Andreia 37: sabes que fiquei a pensar na Vitória?
[02:51:02] xarmus: quando nos conhecermos melhor... quando não tiveres medo nenhum de mim... quando eu conhecer melhor o teu corpo... quando ensinarmos um ao outro como gostamos mais… vai ser melhor ainda
[02:51:05] Andreia 37: se bem que acho que temos de estar só os dois ainda umas vezes
[02:51:43] Andreia 37: sim acho que pode ser extremo de bom. tenho muita vontade
[02:51:53] xarmus: sim... também acho melhor consolidarmos melhor a coisa
[02:53:55] xarmus: eu tenho a coisa bem consolidada com ela... e temos uma relação bastante livre... e às vezes até distantes... mas quando nos encontramos é sempre muito bom... lá está, encontrámos o equilíbrio perfeito
[02:54:28] xarmus: e acho que a 3 pode ser mesmo muito bom... quando nós também estivermos mais consolidados e mais seguros um com o outro
[02:54:55] xarmus: mas se tudo se encaixar como penso... ui ui... pode ser a puta da loucura
[02:55:30] xarmus: assim vocês também encaixassem bem uma com a outra
[02:55:51] xarmus: mas vamos com calma... para não estragarmos nada
[02:56:10] Andreia 37: sim
[02:56:17] Andreia 37: tudo com o seu tempo
[02:56:37] Andreia 37: mas temos de consolidar entretanto
[02:56:39] Andreia 37: ehehehehe
[02:57:22] xarmus: eu e ela temos evoluído e descoberto o prazer da dominação e submissão... e já estamos em modo avançado
[02:57:25] xarmus: heheheheheheheh
[02:57:58] Andreia 37: já se encontram a quanto tempo?
[02:59:04] xarmus: às vezes... aquilo visto de fora... parece mesmo mau... porque ela já apanha com força... mas fazemos a coisa com um crescendo natural... e é perfeito para os dois
[02:59:13] xarmus: deve estar a fazer um ano
[02:59:20] Andreia 37: fixe

(Continua no próximo post)

13 comentários:

Anónimo disse...

Estou a adorar a saga da Andreia!!! Será que vaí pelo mesmo caminho da Vitória?????

Anónimo disse...

a maior parte dos homens lamentam-se que a mulher não faz isto e aquilo que não gosta etc mas na realidade estimulando todos os sentidos dando a confiança que precisam de sentir tudo é prazer até as coisas que elas pensam não gostar a culpa acaba por ser do homem por não se dar ao trabalho e se preocupar em estimular a mulher que tem ao lado esquecer-se que também tem direito ao prazer. tudo é valido desde que se saiba e se esforsem por dar o prazer e estimulaçao que ambos merecem cumprimentos luiz e já agora cumprimentos para as meninas/mulheres que entram aqui sérgio

Anónimo disse...

Concordo plenamente consigo Sérgio! Pena que é que a maioria dos homens são assim não estimulam as suas parceiras e logo não lhe dão o prazer que elas gostariam de ter. Daí muitos casos de traição!!!!! FÁTIMA

Anónimo disse...

só eu não tenho a sorte de apanhar uma mulher assim desde que fiquei cego mas enfim são coisas da vida não se pode ter tudo na vida resta-me aguardar pela minha sorte e que me vejam como um homem igual a tantos outros mesmo sendo cego pois para amor e sexo o ser cego não é impeditivo de nada tudo vale. até porque faço tudo igual a tantos outros na vida e não é por ser cego que estou parado e que modifiquei a minha forma de ser e estar na vida não tenho limitação alguma na vida do dia a dia tirando nao poder conduzir o resto é tudo normal cumprimentos Fatima
sérgio

xarmus disse...

Anónima das 20:12

Vai seguindo...

xarmus disse...

Olá Sergio... De facto é necessário estimular a mulher e dar-lhe muito prazer, se queremos que ela se envolva completamente.

xarmus disse...

Olá Fátima... para se ter uma entrega total é preciso merecê-la... claro.

Anónimo disse...

ADORO seguir as tuas histórias!!! É o que me resta!!!!

Anónimo disse...

Já que não posso ter mais nada....

Anónimo disse...

Sem dúvida meu caro....
Kiss

xarmus disse...

Vives longe de Lisboa?

Anónimo disse...

180 km!!!! ;)
Bj

xarmus disse...

Beijocas boas