Seduzir com prazer

Ao criar este blogue, a ideia foi partilhar a minha experiência adquirida ao longo de 15 anos de frequência em sites, chats e redes sociais. Teclei, conversei, conheci muitas pessoas e vivi experiências que foram a vertente prática da minha aprendizagem. A net, com a possibilidade de nos relacionarmos anonimamente, veio trazer novas formas de interagirmos uns com os outros.

O objetivo deste blog é, através da partilha, ajudar a que todos nós compreendamos melhor esta nova realidade, e com isso estimular a reflexão de temas como o amor, o sexo e os relacionamentos em geral. Assim, publicarei algumas histórias por mim vividas, reflexões, informação que ache relevante, históricos de conversas, e algumas fotos sensuais de corpos de mulheres com quem troquei prazer e que tive o privilégio de fotografar. Todos os textos e fotos que vou publicando, não estão por ordem cronológica, e podem ter acontecido nos últimos 15 anos ou nos últimos dias. Todas as fotos e conversas publicadas, têm o consentimento dos intervenientes.

As imagens publicadas neste blogue estão protegidas pelo código do direito de autor, não podendo ser copiadas, alteradas, distribuídas ou utilizadas sem autorização expressa do autor.


16.9.17

Conversa 1643 Casal Tânia 31 Carlos 33 C11

[14:29:14] Tania 31: olá bom dia
[14:34:32] xarmus: Olá linda
[14:34:35] xarmus: tudo bem contigo?
[14:34:42] xarmus: seja bem aparecida
[14:34:49] xarmus: já está tudo mais calmo?
[14:42:33] Tania 31: sim tudo ok
[14:42:48] Tania 31: pois muito trabalho e projectos novos no trabalho enfim
[14:44:13] xarmus: entendo
[14:44:46] xarmus: estou mortinho por te conhecer
[14:45:05] xarmus: tenho visto as tuas fotos e acho-te maravilhosa
[14:47:09] xarmus: o teu marido está sempre a querer saber tudo o que se passa… e eu lhe conto tudo
[14:53:16] Tania 31: ah não tem problemas podes mostrar-lhe
[14:54:06] xarmus: era só para saberes, que ele anda a par do que se passa
[14:54:14] xarmus: e anda desejoso que nos encontremos
[14:54:33] xarmus: ele está com mais vontade que nos encontremos do que tu
[14:54:36] xarmus: hehehehehehehe
[14:58:11] Tania 31: sim eu sei q ele sabe
[14:58:19] Tania 31: estas sp a dz para falr ctg
[14:58:25] Tania 31: mas nem sei o que falar
[15:00:42] xarmus: não precisas de dizer nada de especial... basta irmos conversando de vez em quando para criarmos empatia e vontade de nos conhecermos
[15:01:10] xarmus: eu já tenho... tu é que parece ainda não teres criado essa vontade de me conhecer ou de estar comigo
[15:01:30] xarmus: mas eu entendo... e espero por ti... pelo teu timing
[15:01:36] xarmus: eu quero-te desejosa
[15:01:44] xarmus: e com vontade mesmo
[15:02:05] Tania 31: ahahahah
[15:02:23] Tania 31: pois não sei bem, preciso de ter alguma confiança pelo menos
[15:02:59] xarmus: se eu não fosse de confiança... o teu marido não te mandava para os meus braços
[15:03:02] xarmus: heheheheheheheheh
[15:03:13] xarmus: ele conhece-me bem... já me lê há muito tempo… e já teclamos há uns tempos também
[15:05:14] Tania 31: sim sim mas o facto de ler algo não quer dz nada. hihihihi
[15:11:51] xarmus: não só lê o que penso, como lê o que as outras pessoas dizem de mim
[15:12:03] Tania 31: eu tb já li ;P
[15:12:13] xarmus: acredita que há pessoas que me lêem há anos e que me conhecem muito bem
[15:12:22] xarmus: e que nunca estiveram comigo pessoalmente
[15:12:33] xarmus: leste muito pouco e durante pouco tempo
[15:13:32] xarmus: eu pubico no blog dia sim dia não há seis anos
[15:13:58] xarmus: é quase um diário... quem me lê ao longo de anos conhece-me bem
[15:14:27] xarmus: e sabe pelo menos... que sou de confiança
[15:15:46] xarmus: só assim se explica que raparigas de todas as idades, aceitem vir ter comigo onde eu quero, entrarem na autocaravana vendadas, que se deixem despir e amarrar sem nunca me terem visto, e me deixem fazer tudo o que eu quiser fazer delas
[15:16:41] xarmus: no fundo, entregam a sua vida, já que até poderia matá-las
[15:17:18] xarmus: isto tudo sem nunca me terem visto
[15:17:30] xarmus: apenas por aquilo que lêem no blog
[15:21:03] Tania 31: amarrar??? Lol isso é "as cinquentas sombras de Grey". ahahahah
[15:21:13] xarmus: acho que isto prova que o facto de lerem o que escrevo é suficiente para que me confiem a sua vida e arrisquem entregarem-se nuas e amarradas sujeitas a tudo o que lhes possa acontecer
[15:21:45] Tania 31: não te queria ofender, apenas te disse que tinha que ter um pouco mais de confiança
[15:21:48] xarmus: amarro-as bem esticadinhas de pernas e braços, bem abertas em cima da cama
[15:22:29] xarmus: Eu sei minha querida… não ofendes nada... não me senti ofendido... eu entendi o que disseste
[15:24:02] xarmus: e entendo que necessites de sentir mais confiança... o que eu disse é que o teu marido que gosta muito de ti, e que és mãe dos filhos dele, não te entregava a mim se não sentisse mesmo confiança em mim
[15:25:21] Tania 31: eu sei disso :)
[15:25:37] Tania 31: mas isso assim amarrada nahhh me parece.... nunca experimentei mas acho que n
[15:25:38] Tania 31: lol
[15:26:17] xarmus: mas eu só te amarro se tu desejares... heheheheheheh
[15:26:29] Tania 31: nahhhh deixa lá isso
[15:26:52] xarmus: não amarro todas as pessoas que conheço... hahahahahahahaha
[15:27:36] xarmus: só amarro as mulheres que querem experimentar serem comidas, amarradas
[15:27:45] Tania 31: pois acredito nem todas devem gostar ahahaha
[15:27:54] xarmus: claro
[15:28:21] xarmus: mas curiosamente... comigo... mais de 50% querem mesmo experimentar serem amarradas logo no primeiro encontro
[15:29:28] xarmus: exactamente por sentirem confiança... querem aproveitar experimentar serem amarradas, por sentirem que é difícil poderem confiar num homem que não conheçam, ao ponto de se deixarem amarrar
[15:30:03] xarmus: mas vamos esquecer as amarras
[15:30:06] xarmus: hehehehehehehehe
[15:30:22] xarmus: já vi que não te agrada a ideia e não precisamos disso para nada
[15:33:06] Tania 31: pois concordo com isso
[15:33:10] Tania 31: mas nunca se sabe né
[15:33:37] xarmus: sim... em qualquer altura podes experimentar

2 comentários:

Vera disse...

Mas olha que apesar de eu ler o teu blog à anos, de ter confiança em ti e em como não eras um serial killer, quando entrei na caravana ainda me deu um medinho hehehe ainda pensei: e se este gajo agora me rapta, viola e corta às postas? Hehehe passou logo, nem foi preciso cinco minutos :)

xarmus disse...

Olá minha querida,

Apesar destes receios da Tânia aqui expressos, ela também alinhou em se entregar da mesma forma que tu fizeste. Entrou sozinha (sem eu estar dentro da autocaravana), despiu-se, deitou-se de pernocas abertas de cara tapada, e foi lambida e penetrada sem me ver. Só depois de estar dentro dela é que me viu pela primeira vez. Ela escreveu um pequeno texto a contar a odisseia para o marido ler, que eu vou publicar na altura da publicação da ultima conversa antes do nosso encontro.

Já agora deixo-te aqui o desafio... se queiseres escrever o nosso encontro, estás à vontade. Eu publico.

Beijocas e lambidelas gostosas